Prefeito contraria as próprias medidas de isolamento e libera o futebol em Porto Alegre

O estado do Rio Grande Sul está em alerta máximo por conta da pandemia. Em Porto Alegre, por exemplo, somente serviços essenciais podem funcionar. A única exceção é para o futebol. O prefeito Nelson Marchezan liberou as partidas a partir deste fim de semana, mas não soube se justificar. A Federação Gaúcha de futebol, dirigentes do Grêmio e do Internacional solicitam a autorização para utilizar os estádios da cidade. A decisão foi vista de forma negativa por boa parte dos moradores da capital.