Ronie Lessa e Élcio de Queiroz devem ser levados a júri popular pelo assassinato de Marielle

A Justiça do Rio de Janeiro manteve a prisão preventiva dos dois. Ronnie Lessa e Élcio de Queiroz são acusados por homicídio triplamente qualificado por terem agido por motivo torpe, terem armado uma emboscada e dificultado a defesa das vítimas, a vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes. O policial reformado e o ex-PM estão presos há quase um ano numa penitenciária de segurança máxima.

Confira nas multiplataformas do Jornal da Record os quatro boletins diários que vão ao ar também na Record TV e ainda uma versão exclusiva para o digital.