Secretário de Transportes de São Paulo é preso em operação contra desvio na Saúde

A Polícia Federal prendeu, nesta quinta-feira (6), três pessoas suspeitas de desviarem recursos na área de Saúde. Entre elas, o secretário de Transportes do Governo de São Paulo, Alexandre Baldy. Cerca de R$ 90 mil foram apreendidos na casa de Alexandre, em um bairro nobre de Brasília. Ele estava em São Paulo quando recebeu voz de prisão. Também foram presos o ex-presidente da Junta Comercial de Goiás, Rafael Lousa, e o pesquisador da Fiocruz, Guilherme Franco Netto. Em nota, a defesa de Alexandre classificou a prisão como “exagerada e descabida”.