Síndrome do 'coração partido' cresce com a pandemia e pode ter alta taxa de mortalidade

Uma doença do coração induzida pelo estresse conhecida como síndrome do coração partido é um mal silencioso que cresce com a pandemia e pode matar assim como a covid-19. Ela é provocada por emoções, não tem cura ou tratamento, mas é passageira. Diversos cardiologistas têm recebido queixas relacionadas à doença nos consultórios. Especialmente idosos, pacientes se sentem angustiados com o confinamento e a distância de pessoas queridas.