Três empresários investigados pela Operação Lava Jato fecham acordo de delação premiada

Mário e Alexandre Suarez, os donos da "Mendes Pinto Engenharia", que gerenciava a Torre Pituba, fecharam acordo de delação premiada. Segundo as investigações, as construtoras Odebrecht e OAS pagaram R$ 68 milhões em propinas para levantar o prédio, que pertence a Petros, o Fundo de Pensão dos Funcionários da Petrobras. De acordo com Mario Suarez, quase R$ 10 milhões foram diretamente para o PT. Marcos Felipe Mendes Pinto, que teria ajudado a fazer desvios e pagamentos ilegais, também fechou acordo.

Confira nas multiplataformas do Jornal da Record os quatro boletins diários que vão ao ar também na Record TV e ainda uma versão exclusiva para o digital.