JR na TV Tribunal europeu considera a Rússia responsável por assassinato de ex-espião em 2006

Tribunal europeu considera a Rússia responsável por assassinato de ex-espião em 2006

Alexander Litvinenko foi envenenado com uma substância altamente radioativa

O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos considerou a Rússia responsável pelo assassinato de um ex-espião, morto na Inglaterra há 15 anos. O tribunal concluiu que o russo Alexander Litvinenko foi envenenado, em 2006, com uma substância altamente radioativa. Ele chegou a trabalhar no serviço de inteligência russo, mas depois que recebeu asilo político no Reino Unido em 2001, passou a fazer duras críticas ao Kremlin. Dois agentes russos, que se encontraram com Litvinenko em um hotel em Londres, foram considerados responsáveis pela morte.

Últimas