JR na TV TSE se reúne com representantes de redes sociais para discutir bloqueio de contas por fake news

TSE se reúne com representantes de redes sociais para discutir bloqueio de contas por fake news

Corregedor do tribunal recebeu integrantes de YouTube, Twitch.tv, Twitter, Instagram e Facebook 

O corregedor do Tribunal Superior Eleitoral se reuniu com representantes de YouTube, Twitch.tv, Twitter, Instagram e Facebook para tratar dos bloqueios dos repasses financeiros dos perfis investigados por supostamente disseminar conteúdo falso. Até agora, 11 plataformas são investigadas pela Polícia Federal. Segundo fontes do TSE e da PF, um dos canais afetados tem 2,5 milhões de inscritos e faturou R$ 5 milhões só no último ano com publicidade.

Últimas