TSE volta a julgar ações que pedem cassação da chapa do presidente Jair Bolsonaro

Os ministros analisam duas ações que apuram supostos ataques de hackers a um grupo de uma rede social e de disparos de mensagens em massa por meio de aplicativos durante a campanha de 2018. Os processos foram apresentados pelas coligações de Marina Silva e de Guilherme Boulos, candidatos derrotados à presidência. Eles alegam que a chapa do presidente Jair Bolsonaro teria sido beneficiada pelos ataques e pelas mensagens em massa. 

Confira nas multiplataformas do Jornal da Record os quatro boletins diários que vão ao ar também na Record TV e ainda uma versão exclusiva para o digital.