Vacina russa contra o coronavírus gera imunidade sem efeitos colaterais graves

A revista científica The Lancet publicou um estudo apontando que a vacina russa “Sputnik V” não teve efeitos adversos nos testes. Participantes dos testes desenvolveram anticorpos para a covid-19 e não sentiram nenhum efeito colateral. O Instituto de Tecnologia do Paraná firmou parceria com a Rússia para produzir a vacina no Brasil e deve iniciar os testes em voluntários ainda em setembro.