JR na TV Vereador Dr. Jairinho e mãe de Henry Borel são presos suspeitos da morte do menino

Vereador Dr. Jairinho e mãe de Henry Borel são presos suspeitos da morte do menino

Troca de mensagens reforçou a suspeita de que o vereador tinha um comportamento violento com o menino, e a mãe sabia

Para a polícia, a mãe, Monique Medeiros, e o padrasto, vereador Dr. Jairinho, são, respectivamente, cúmplice e assassino no caso da morte do menino Henry Borel, de quatro anos, no Rio de Janeiro. Segundo as investigações, o padrasto foi o autor das agressões, enquanto a mãe sabia de tudo e nada fez. Os dois alegam que a morte da criança foi provocada por um acidente doméstico, o que não convenceu a polícia. A prova considerada fundamental foi uma troca de mensagens entre a babá e a mãe de Henry. As conversas reforçaram a suspeita de que o vereador tinha um comportamento violento com o menino.

Últimas