JR na TV Veterinária morre com síndrome de Haff após comer peixe no Recife

Veterinária morre com síndrome de Haff após comer peixe no Recife

O sintoma mais característico da doença é o escurecimento da urina, após ingestão de crustáceos e pescados

Uma veterinária com síndrome de Haff morreu em um hospital de Recife. Pryscila Andrade e a irmã passaram mal e foram internadas no dia 18 de fevereiro. As duas haviam comido um peixe que, de acordo com a agência pernambucana de vigilância sanitária, veio de Belém, no Pará. A mãe informou a morte de Pryscila em uma rede social. Dados da Secretaria de Saúde de Pernambuco mostram que, entre 2017 e 2021, foram registrados 10 casos da doença de Haff no estado, e cinco casos suspeitos seguem em investigação. O sintoma mais característico da doença é o escurecimento da urina, após ingestão de crustáceos e pescados. O caso da médica veterinária representa o primeiro registro de morte causado pela doença em Pernambuco.

Últimas