Notícias Kobra assina mural no Hospital das Clínicas para incentivar doação de sangue

Kobra assina mural no Hospital das Clínicas para incentivar doação de sangue

Agência Estado

Um mural de 37 metros de altura e 7,5 metros de largura assinado pelo artista Kobra foi inaugurado nesta terça-feira, 14, no Prédio dos Ambulatórios do Hospital das Clínicas (HC) de São Paulo. A obra "Metamorfose" tem borboletas coloridas, cujas asas são pintadas de pedras preciosas.

"A mensagem é de que toda vida é preciosa", disse Kobra, que assinou o mural - pronto desde março - nesta terça-feira devido ao Dia Mundial do Doador de Sangue. "A doação de sangue é um ato tão relevante e significativo, e eu quis fazer a entrega desse painel para incentivar as pessoas a doar. Pensei nas pessoas doentes que precisam de esperança para superar momentos difíceis e nos seus familiares. Espero que o painel ajude a aliviar o sofrimento dos que ali passam e dar ânimo para que sigam adiante", disse o artista.

Vanderson Rocha, diretor do Serviço de Hematologia do HC e presidente da Fundação Pró-Sangue, o maior banco de sangue da América Latina, explicou que um dos objetivos do mural é atrair mais pessoas para doar sangue. Por causa da pandemia, as doações diminuíram cerca de 20% e o hospital tem trabalhado com os estoques no limite. "As doações são feitas apenas mediante agendamento, seguimos todos os protocolos de segurança. Queremos mostrar que é seguro doar", afirmou.

O presidente da Pró-Sangue contou ainda que o local onde o mural foi instalado era "pouco humanizado e não muito aconchegante" antes do painel. A ideia foi reformá-lo e transformá-lo em uma praça de convivência, arborizada e mais "humanizada", para que os 8.000 doadores que circulam lá todos os meses se sintam mais acolhidos.

"É possível ver a obra de todos os andares do prédio, todo mundo fica tirando foto. Queremos estimular os doadores a tirarem foto, é uma forma de trazermos as pessoas para doar sangue e é um espaço de humanização importante para os funcionários também", afirmou Rocha.

"Metamorfose" não é o único mural do artista para o HC. "Ciência e Fé", de 20 metros de altura e 10 metros de largura, foi finalizado para o aniversário de São Paulo, em 25 de janeiro. A obra fica na rua Dr. Eneias de Carvalho Aguiar e mostra as mãos de um médico, com o jaleco e o estetoscópio, em posição de oração. Na obra, o artista procurou mostrar sua visão de que não há contradição entre a medicina e a fé, e que ambas "caminham" juntas.

Kobra contou que os dois murais foram doados integralmente ao Hospital das Clínicas, e que as obras são uma forma de agradecer pelos tratamentos que fez no próprio hospital ao longo de sua vida. "Tenho problemas de saúde, fui atendido muitas vezes durante a minha juventude. Então, foi uma forma que encontrei de retribuir e agradecer por tantos médicos e enfermeiras que doam suas vidas para ajudar o próximo."

Outras obras do artista

Kobra relevou que seu próximo mural em São Paulo será sobre os refugiados que vivem na capital paulista. "Já me encontrei com refugiados de várias nacionalidades algumas vezes, fui em alguns festivais que eles organizaram para servir de inspiração."

O artista, que tem murais em diversos Estados brasileiros e em 35 países, está se preparando para novos projetos internacionais: um painel de 2.000 metros quadrados em San Marino, micronação dentro do território italiano, e outro em Nova York, nos Estados Unidos.

Últimas