Lorena Ciclone provoca alagamentos e chuva volumosa em Santa Catarina

Ciclone provoca alagamentos e chuva volumosa em Santa Catarina

Por conta do ciclone extratropical, as rodovias federais e estaduais precisaram ser interditadas por consequência das quedas da barreira...

Lorena - Notícias
Ciclone provoca alagamentos e chuva volumosa em Santa Catarina

Ciclone provoca alagamentos e chuva volumosa em Santa Catarina

Lorena - Notícias

Um ciclone extratropical provocou chuva volumosa e causou vários estragos neste fim de semana na cidade de Santa Catarina. Urussanga, que fica no Sul, o rio que corta a cidade acabou transbordando, provocando alagamentos e deixando uma família ilhada na madrugada desta segunda-feira (06). As rodovias federais e estaduais também foram interditadas por consequência de quedas de barreiras.

Um supermercado em Balneário Arroio da Silva, que fica na mesma região, acabou tendo sua porta derrubada e a entrada ficou destruída, além de ter provocado outros estragos, aconteceu no domingo (05).

O Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina (Epagri/Ciram) alerta que ainda há chances de novos temporais.

A prefeitura de Balneário Arroio da Silva decretou situação de emergência neste domingo. A decisão acabou sendo tomada em decorrência do forte temporal, com chuvas e rajadas de vento, que atingiu a região na tarde de sábado (04). As aulas da rede municipal ficaram suspensas nesta segunda-feira.

Lorena - Notícias

Lorena - Notícias

Lorena - Notícias

Após destruição causada por temporal, Balneário Arroio do Silva decreta situação de emergência (Foto:Reprodução/Divulgação)

Segundo o prefeito Evandro Scaini, foram mais de 50 casas atingidas. Por conta disso, a Defesa Civil segue atuando para atender as famílias e comunidades.

Os maiores acumulados de chuvas foram registrados em cidades do Sul do Estado nesta madrugada. Na cidade de Urussanga, choveu 75.6 milímetros em seis horas.

O corpo de bombeiros precisou ser chamado por volta das 4h para resgatar uma família que acabou ficando ilhada em casa decorrente do aumento do nível de água que tinha na rua e dentro das casas.

Foi preciso usar equipamentos aquáticos para retirar um homem de 42 anos, uma mulher de 35 e um adolescente de 15, da casa.

De acordo com a Epagri/Ciram, a segunda-feira segue com chuva intensa em curto intervalo de tempo, ainda com temporais localizados, rajadas de vento, acima de 60km/h, principalmente no litoral catarinense. Por causa do volume de chuva, ainda existe chances de novos deslizamentos e enxurradas.

Foto Destaque: Rio que corta Urussanga transbordou - Reprodução/Corpo de Bombeiros/Divulgação

Últimas