Novo Coronavírus

Minas Gerais Abril de 2021 já é o mês com mais mortes por covid-19 em BH

Abril de 2021 já é o mês com mais mortes por covid-19 em BH

Em 28 dias, município registrou quase 25% de todos os óbitos; ao mesmo tempo, ocupação de UTIs é a menor dos últimos 55 dias

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento e Célio Ribeiro*, do R7

Número de mortes passou de 4.000 em BH

Número de mortes passou de 4.000 em BH

Reprodução / Pixabay

Abril de 2021 é o mês com o maior número de mortes por covid-19 confirmadas em Belo Horizonte. Apenas em 28 dias foram registrados 1.037 óbitos, o que representa quase 25% de todas as notificações da pandemia.

Março passado, até então o mais letal, havia registrado 493 mortes, número duas vezes menor que o registrado em abril até o momento.

Nas últimas 24 horas, foram confirmadas mais 76 mortes e 1.414 testes positivos para o coronavírus. Belo Horizonte soma 4.261 óbitos causados pela covid-19 e 174.766 casos confirmados. Atualmente, 163.834 são curados e 6.671 pessoas estão em acompanhamento.

Veja o número de óbitos por mês em Belo Horizonte:

2021:

abril: 1.037
março: 493
fevereiro: 490
janeiro: 364

2020:

dezembro: 227
novembro: 165
outubro: 228
setembro: 277
agosto: 451
julho: 392
junho: 88
maio: 31
março e abril: 17

Ocupação de leitos

Ao mesmo tempo, a ocupação dos leitos de terapia intensiva para pacientes com covid-19 em Belo Horizonte atingiu, nesta quarta-feira (28), o menor patamar em quase dois meses.

O índice passou de 80,6% para 79,9%, ainda na fase vermelha. A última vez que a taxa esteve próximo desse número foi no dia 4 de março, quando registrou 74,4%. A partir desse ponto, o índice iniciou uma série de altas e chegou a atingir 107,5% de ocupação.

No momento, existem 885 pacientes com a covid-19 internados em quartos de UTI dos hospitais da capital mineira e 222 leitos disponíveis.

Ao contrário da ocupação das UTIs, os outros índices de monitoramento da pandemia na capital registraram leves altas nesta quarta-feira. O índice de transmissão do novo coronavírus se mantém em alta e passou de 0,98 para 0,99, muito perto de entrar na ‘fase de alerta’.

A ocupação das enfermarias passou de 59,2% para 59,3%. Dos 2.070 leitos simples para vítimas do novo coronavírus, 1.228 estão ocupados e 842 estão aptos a receber pacientes com a doença.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Pablo Nascimento

Últimas