Minas Gerais Acordo da Vale vai financiar vacina da UFMG e programas sociais

Acordo da Vale vai financiar vacina da UFMG e programas sociais

Assembleia de Minas anunciou destinação de R$ 84 milhões dos recursos para reparação dos danos causados em Brumadinho

  • Minas Gerais | Lucas Pavanelli, do R7

Reitora da UFMG participou de cerimônia que oficializou a destinação de R$ 30 milhões para vacina

Reitora da UFMG participou de cerimônia que oficializou a destinação de R$ 30 milhões para vacina

Divulgação/ALMG/Luiz Santana

Parte dos recursos do acordo da mineradora Vale com o Governo de Minas vai ser usado para financiar programas assistenciais, instituições de saúde e a produção da vacina contra a covid-19 pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais).

Ao todo, serão destinados R$ 84,5 milhões de um total de R$ 37,7 bilhões pagos pela mineradora para compensar os danos causados pelo rompimento da barragem B1, da mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, na Grande BH. Uma cerimônia para anunciar os investimentos foi realizada na tarde desta sexta-feira (13), na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. 

O presidente da Casa, deputado Agostinho Patrus (PV), detalhou a destinação dos recursos: 

- Vacina da UFMG: R$ 30 milhões
- Melhoria da assistencial social: R$ 25 milhões
- Apoio a catadores de materiais recicláveis: R$ 10 milhões
- Investimento Hospital da Baleia (hemodiálise): R$ 9,5 milhões
- Custeio Hospital Mário Penna: R$ 5 milhões
- Ações para pessoas em situação de rua: R$ 5 milhões

Em uma rede social, Agostinho afirmou que, agora, o acordo também inclui pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Prefeituras

Recentemente, a Assembleia aprovou a destinação de R$ 11 bilhões de recursos da mineradora que vão entrar no caixa do Estado para a realização de obras de mobilidade, como a construção do Rodoanel, na região metropolitana de Belo Horizonte, conclusão das obras de hospitais regionais, dentre outros. 

O Legislativo também mobilizou o uso de R$ 1,5 bilhão para serem divididos proporcionalmente entre todos os 853 municípios mineiros. A justificativa é de que o rompimento da barragem em Brumadinho afetou a economia de todo o Estado. 

Últimas