Minas Gerais Advogado pede soltura de Eduardo Azeredo após decisão do STF

Advogado pede soltura de Eduardo Azeredo após decisão do STF

Ministros do Supremo Tribunal Federal derrubaram as prisões logo após a condenação em segunda instância, na noite desta quinta-feira (7)

Azeredo está preso em um batalhão dos bombeiros

Azeredo está preso em um batalhão dos bombeiros

Reprodução / RecordTV Minas

A defesa do ex-governador de Minas Gerais, Eduardo Azeredo, condenado no caso conhecido como mensalão tucano, solicitou à Justiça, nesta sexta-feira (8), a soltura do cliente que está preso desde maio de 2018.

O pedido foi feito com base na decisão dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) de derrubar a prisão de condenados antes de se esgotar todas as possibilidades de recurso. O novo entendimento da corte foi aprovado, no final na noite desta quinta-feira (7), com o placar de 6 a 5.

Procurado pela reportagem, Castellar Guimarães Neto disse que acredita que Azeredo deve ser liberado em breve.

— A expectativa é que o despacho ocorra ainda hoje.

Em agosto de 2017, o Azeredo teve a condenação em segunda instância mantida pelo Tribunal e, desde maio do ano passado, cumpre pena de 20 anos e dez meses em regime fechado. O político está preso em um Batalhão dos Bombeiros, em BH.