Minas Gerais Agências vendem pacote para vacinação nos EUA por R$ 25 mil

Agências vendem pacote para vacinação nos EUA por R$ 25 mil

'Turismo da vacina' é procurado por quem tem dinheiro e não quer esperar campanha de imunização contra a covid-19 no Brasil

Agências de viagens brasileiras estão vendendo pacotes de viagem para o chamado “turismo da vacina'' nos Estados Unidos. O investimento custa, no mínimo, R$ 25 mil e prevê uma parada de 14 dias para quarentena em algum país que aceita a entrada de brasileiros.

Esse tipo de serviço começou a ser oferecido depois que os Estados Unidos passaram a imunizar turistas contra a covid-19. Com isso, o “turismo da vacina”, que é uma viagem com o objetivo de se imunizar no exterior, tem se tornado uma opção para brasileiros. A vacina utilizada é a da Janssen, que requer a aplicação de apenas uma dose.

Vacina da Janssen requer apenas uma dose

Vacina da Janssen requer apenas uma dose

Reprodução / Record TV Minas

A vacinação no país norte-americano está aberta a todos, sem restrição. Estados como Flórida, Arizona, Texas, Califórnia e Nevada estão vacinando turistas.

No Alasca, os visitantes que quiserem poderão ser vacinados logo após o desembarque, no aeroporto. O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, também anunciou que vai imunizar todo turista que chegar à metrópole. 

Atualmente, para entrar nos Estados Unidos, o turista brasileiro precisa ter um visto americano válido, fazer quarentena de 14 dias em algum país com livre entrada por lá, como México, República Dominicana ou Costa Rica, e, por fim, apresentar um teste de PCR negativo na hora do embarque.

Turismo da vacina

A OMS (Organização Mundial da Saúde) não proibiu esse tipo de turismo, mas demonstrou insatisfação com a prática.

Para o infectologista e professor da UFMG, Geraldo Cunha Curry, é necessário levar em consideração também o risco de contrair a covid-19 durante a viagem, pois a vacina demora cerca de 14 a 21 dias para ser efetiva.

Últimas