Novo Coronavírus

Minas Gerais Alta da covid-19 faz UFMG suspender trabalhos presenciais

Alta da covid-19 faz UFMG suspender trabalhos presenciais

Mesmo com as aulas em ensino remoto, atividades ligadas à pesquisa e à extensão podiam acontecer na universidade

  • Minas Gerais | Célio Ribeiro*, do R7

Reprodução/Record TV Minas

A UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) suspendeu, nesta sexta-feira (12), os trabalhos presenciais de pesquisa e extensão que ainda aconteciam na institução.

Agora, apenas os serviços ligados à manutenção dos prédios e ao combate à covid-19 serão mantidos presencialmente.

Apesar das aulas presenciais estarem suspensas desde março, a instituição mantinha cerca de 20% das atividades que não podiam ser adaptadas ao sistema remoto, como exercícios de ensino, pesquisa e extensão que necessitam de trabalho de campo ou o uso de equipamentos da universidade.

Veja: UFMG desenvolve adesivo que protege superfícies contra covid

A decisão foi tomada após o agravamento na pandemia da covid-19 no Estado e as restrições determinadas pela Prefeitura de Belo Horizonte. De acordo com a reitora da UFMG, Sandra Goulart Almeida, o aumento nos leitos intensivos e o baixo número de vacinados ainda impedem flexibilizações no funcionamento da instituição.

— Infelizmente, as vacinas ainda estão escassas, e nos cabe zelar pelo respeito à prioridade estabelecida para preservar a capacidade dos serviços de saúde, evitar mortes por desassistência e atender aos mais vulneráveis.

A medida vale pelas próximas duas semanas e não altera a realização das atividades consideradas essenciais da universidades, como limpeza, segurança e manutenção, além de pesquisadores que trabalham no combate à covid-19.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Pablo Nascimento

Últimas