Coronavírus

Minas Gerais Após filas em postos de saúde, BH planeja vacinação em drive-thru

Após filas em postos de saúde, BH planeja vacinação em drive-thru

Novo esquema deve valer apenas para as próximas fases; idosos com idades entre 86 e 88 anos ainda devem ir aos centros de saúde

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Cidades em SP adotaram esquema de drive-thru

Cidades em SP adotaram esquema de drive-thru

DIvulgação / Prefeitura de Santo André - 06.02.2021

A Prefeitura de Belo Horizonte estuda a possibilidade de adotar um sistema de drive-thru para as próximas fases da vacinação contra a covid-19 na cidade.

A informação foi confirmada ao R7 pela secretária adjunta de Saúde, Taciana Malheiros, nesta segunda-feira (15), após a capital mineira registrar longas filas, no sábado (13), em alguns postos de saúde onde os imunizantes foram aplicados.

Taciana avaliou que o problema foi causado pelo número de acompanhantes dos idosos e pelo fato de que alguns moradores não teriam respeitado a orientação da prefeitura de priorizar durante o turno da manhã as pessoas com idades entre 86 e 87 anos, enquanto as com 88 anos deveriam ir à unidade de saúde durante a tarde.

— Abrimos 80 centros de saúde e tivemos relato de filas maiores em cerca de cinco ou sete deles. Basicamente toda a população concentrou durante a manhã e, durante a tarde, as salas ficaram vazias.

A secretária ainda justificou que o esquema de drive-thru não foi usado como em outras cidades brasileiras uma vez que a avaliação inicial da prefeitura indicava que os centros de saúde seriam suficientes para atender os moradores de todas as regiões, mesmo nas áreas mais afastadas. Segundo ela, os enfermeiros foram até os carros das pessoas que não tinham condições de descer dos veículos.

— Temos que lembrar que BH tem uma rede muito capilarizada de centros de saúdes. Tendo 80 postos abertos, possibilitamos que o atendimento fosse mais próximo possível da residência do idoso, além de ser um local que ele já conhece.

Nesta semana, a equipe do prefeito Alexandre Kalil (PSD) avalia outras estratégias de aplicação das doses. Nenhuma possibilidade foi descartada ou confirmada até o momento.

Taciana Malheiros explica, ainda, que os idosos com idades entre 86 e 88 anos que ainda não foram vacinados deverão procurar um posto de saúde entre esta segunda-feira (15) e a próxima sexta-feira (19). A lista das unidades disponíveis está disponível no site da Prefeitura de BH.

Vacinação em Belo Horizonte

Até o momento, a Prefeitura de Belo Horizonte vacinou trabalhadores de saúde, pessoas com deficiências ou com mais de 60 anos que vivem em abrigos e asilos e idosos com idade igual ou superior a 89 anos.

Segundo a Secretaria de Saúde, as doses recebidas pelo município são suficientes para imunizar os grupos citados e as pessoas com idades entre 86 e 88 anos, que representam aproximadamente 20 mil moradores. No último sábado (13), cerca de nove mil idosos desta faixa etária foram vacinados.

Idosos de 86 a 88 anos acamados e com mais de 89 anos devem agendar pelo site da prefeitura, neste link, o atendimento em casa. A secretária adjunta Taciana Malheiros explica que ainda não é possível prever a data de vacinação para os demais grupos.

— A medida em que a Secretaria Estadual de Saúde for enviado novas doses, nós vamos acionar as demais fases prioritárias.

Veja o número de doses aplicadas em todo Brasil:

Últimas