Novo Coronavírus

Minas Gerais Após reunião com comitê, Kalil convoca coletiva sobre pandemia

Após reunião com comitê, Kalil convoca coletiva sobre pandemia

Prefeito de Belo Horizonte deve anunciar nesta quinta-feira (6) como ficará o comércio na cidade pelas próximas semanas

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento e Célio Ribeiro*, do R7

Kalil se reúne com membros do comitê da covid

Kalil se reúne com membros do comitê da covid

Divulgação / PBH / Amira Hissa

O Prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), vai conceder uma entrevista coletiva sobre a situação da pandemia na capital mineira na manhã de quinta-feira (6).

Nesta quarta (5), o prefeito esteve reunido com os membros do Comitê de Enfrentamento à Covid-19. O objetivo do encontro era analisar os números da covid-19 para avaliar como fica o plano de flexibilização. Na terça-feira (4), todos os índices de monitoramento tiveram queda pelo segundo dia seguido.

Na terça-feira (4), a Abrasel-MG (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes em Minas Gerais) enviou um pedido ao Prefeito Alexandre Kalil pedindo que bares e restaurantes tenham permissão para abrir no período noturno. A entidade alega que o funcionamento após às 18h é responsável por 70% do faturamento dessas empresas.

O pedido é para que os bares e restaurantes sejam liberados a funcionar também à noite e aos domingos, já incluindo o próximo (9), no qual será celebrado o Dia das Mães, data de “grande movimento para o setor”.

Desde o dia 22 de abril, o comércio não essencial de Belo Horizonte está autorizado a funcionar, seguindo os protocolos determinados pela prefeitura. Bares, restaurantes e outros estabelecimentos que servem refeições só podem receber clientes de segunda à sábado, entre 11h e 16h e sem a venda de bebidas alcoólicas.

Academias, salões de beleza, lojas de shoppings e cultos religiosos também foram autorizados, mas supermercados, padarias, bares e restaurantes seguem proibidos de abrir aos domingos.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Pablo Nascimento.

Últimas