Às vésperas de nova flexibilização, BH confirma 17 mortes pela covid

BH se aproxima dos 1.100 mortos pela covid-19; reunião marcada para a próxima sexta (11) pode liberar o funcionamento do comércio aos sábados

BH se aproxima de 1.100 mortes pela covid-19

BH se aproxima de 1.100 mortes pela covid-19

Reprodução / Freepik

Na véspera da reunião que pode apresentar novidades para a flexibilização da abertura do comércio de Belo Horizonte, a capital mineira confirmou mais 17 mortes pela covid-19. Com isso, o total de óbitos na cidade chegou a 1.096.

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Prefeitura de Belo Horizonte nesta quinta-feira (10), 497 pessoas tiveram o teste positivo para o novo coronavírus e o total de casos confirmados chegou a 36.848. A capital já contabiliza 33.180 curados, enquanto outros 2.572 pacientes continuam em acompanhamento.

Veja: Secretário adjunto de Saúde de MG testa positivo para covid-19

Estabilidade

Como nos dias anteriores, os índices de monitoramento da pandemia na capital mineiras tiveram poucas alterações. A ocupação dos leitos de terapia intensiva teve leve alta e chegou a 52,2%, enquanto a ocupação dos leitos comuns caiu para 45%. A taxa de transmissão por infectado (ou Rt) teve a terceira queda seguida e está em 0,95.

A Prefeitura de BH já realizou o teste da covid-19 em 7.193 profissionais de saúde da rede municipal. Destes, 1.136 tiveram a infecção confirmada e outros 5.919 não estão com o vírus. A categoria com mais casos confirmados é o técnico de enfermagem, com 201 casos positivos.

*Estagiário do R7 sob a supervisão de Lucas Pavanelli