Associação de bares pede cautela para a reabertura em BH

Presidente da Abrasel defendeu que comerciantes precisam esperar os protocolos de segurança para voltarem a reabrir os estabelecimentos

Estabelecimentos estão fechados há 4 meses

Estabelecimentos estão fechados há 4 meses

Reprodução/RecordTV Minas

Um dia após a Jusitiça determinar a reabertura de bares e restaurantes em BH, o presidente da Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), Paulo Solmucci, pediu para os empresários do setor aguardarem para abrir seus estabelecimentos.

Em entrevista à Record TV Minas,  Solmucci pediu para os comerciantes esperarem que a associação comunique os protocolos de segurança necessários junto à prefeitura de BH para que possam receber os clientes de maneira segura e que não gere risco à saúde dos consumidores.

— A Abrasel tem recomendado a não abrirem as portas enquanto não conhecermos os protocolos, que são as providências que nós temos que tomar para receber o consumidor de maneira segura.

Paulo diz que é importante que os clientes sejam comunicados sobre as medidas de segurança por serem os "grandes fiscais" dos estabelecimentos. Ele ainda destacou que a associação está buscando diálogo com a prefeitura para construir de maneira conjunta a retomada das atividades do setor.

Nesta quarta-feira (22), irão fazer 125 dias que os estabelecimentos foram fechados devido a uma determinação da prefeitura para combater a pandemia da covid-19. Solmucci, lamenta a situação.

— Nenhuma outra cidade do mundo ficou com os estabelecimentos fechados por tanto tempo e isso é muito ruim porque tira a previsibilidade da retomada.

O presidente da associação ainda pediu para que os clientes, quando estiverem cientes das medidas de segurança, não entrem em estabelecimentos que não seguirem o protocolo divulgado pela associação.

— A nossa recomendação para o consumidor não entrar onde não estiver seguro.

Horas após a decisão que determinou a reabertura dos bares e restaurantes, a prefeitura entrou com um recurso na Justiça para tentar reverter a medida, mas o pedido ainda não foi analisado.

* Estagiário do R7 sob supervisão de Pablo Nascimento