violência contra a mulher

Minas Gerais Atlético-MG demite jogador da base suspeito de agredir a namorada

Atlético-MG demite jogador da base suspeito de agredir a namorada

Atleta foi preso após a companheira acionar a polícia e denunciar as agressões supostamente ocorridas em Vespasiano (MG)

  • Minas Gerais | Do R7

Jogador foi levado para presídio de Lagoa Santa

Jogador foi levado para presídio de Lagoa Santa

Reprodução / Record TV Minas

O Clube Atlético Mineiro anunciou, neste sábado (11), a demissão de Gabriel Santos, então jogador da base, em razão da suspeita de que ele teria agredido a namorada, em Vespasiano, na região metropolitana de Belo Horizonte.

O atleta foi preso pelo crime nesta sexta-feira (10). Neste sábado (11), segundo a Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública), ele foi levado para o presídio de Lagoa Santa.

“O Galo lamenta profundamente o ocorrido e reitera que repudia veementemente qualquer ato de violência contra mulheres”, disse o Atlético-MG.

Denúncia

A Polícia Militar foi acionada pela vítima, de 18 anos, nesta sexta-feira, após o namorado sair para treinar. A jovem disse ter sido agredida. Segundo a corporação, ela tinha hematomas e relatava dores pelo braço.

Durante a madrugada, os agentes já haviam ido até o apartamento do atleta após denúncia de vizinhos que ouviram uma briga entre o casal. Quando os policiais chegaram ao imóvel, Santos e a companheira alegaram que só estavam conversando. Mais tarde, a jovem contou aos militares que o namorado havia a ameaçado para não falar sobre o ocorrido.

Em contato com a reportagem, o atleta afirmou que não vai comentar o caso, por enquanto. O jogador estava acompanhado de dois advogados, que também não quiseram gravar entrevista.

Últimas