Novo Coronavírus

Minas Gerais Avanço da pandemia faz BH estender estado de calamidade

Avanço da pandemia faz BH estender estado de calamidade

Prefeitura também oficializou ampliação do horário de funcionamento das lojas para evitar aglomerações nas compras de fim de ano

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Prefeitura diz que pandemia não está controlada

Prefeitura diz que pandemia não está controlada

Lynn Bo Bo/EFE/EPA - 15.12.2020

A Prefeitura de Belo Horizonte prorrogou por mais seis meses o estado de calamidade pública decretado em função da pandemia de covid-19. A medida foi divulgada no Diário Oficial do Município, na manhã deste sábado (19), em texto assinado pelo prefeito Alexandre Kalil (PSD).

No documento, Kalil justifica que a medida é importante já que não há estabilização da doença na cidade e não há previsão de cobertura vacinal suficiente para o período da prorrogação. O prefeito ainda cita diminuição da receita do município em função das medidas de isolamento social.

Na prática, os decretos de calamidade garantem às prefeituras acesso a créditos, ajuda do Governo Federal e agilidade para compra de insumos que serão usados no combate às situações críticas. A capital mineira está sob estado de emergência desde março deste ano em função da disseminação do novo coronavírus.

O decreto aponta que a prorrogação entra em vigor a partir desde sábado, mas é condicionada à aprovação da ALMG (Assembleia Legislativa de Minas Gerais). A Casa ainda não analisou assunto.

Nas últimas três semanas, os indicadores que medem a situação da pandemia em Belo Horizonte apresentaram piora. O total de casos confirmados chegou a 59.141, enquanto as mortes somaram 1.781. A ocupação de leitos de UTI (unidade de tratamento intensivo) chegou no alerta vermelho com 70,4% dos leitos cheios. Nas enfermarias o índice está em 62,4%.

O RT, taxa que mede o ritmo de transmissão da doença está em 1,11, que é considerado alerta amarelo. Isso significa que um grupo de 100 infectados transmitem o vírus para ou 111 pessoas.

Horário para lojas

O Diário Oficial do Município deste sábado também oficializa a ampliação do horário de funcionamento do comércio, anunciada pelo prefeito, nesta sexta-feira (18).

A partir de hoje, as lojas de rua e de galerias que não fazem parte da lista de serviços essenciais poderão abrir de 9h às 20h, de segunda-feira a sábado. Já nos shoppings, o funcionamento está liberado das 10h às 21h. Todo comércio poderá funcionar neste domingo (20) excepcionalmente para as vendas de Natal.

Segundo Alexandre Kalil, o horário foi ampliado para diluir o número de clientes simultâneos nas lojas e, assim, evitar aglomerações durante as compras de fim de ano.

— Estamos ampliando simplesmente para evitar aglomeração. Isto não é porque a situação está boa.

Últimas