Baile funk e festa de torcida causam aglomerações na Grande BH

Festa na cidade de Contagem (MG) reuniu aproximadamente 150 pessoas no fim de semana; moradores denunciaram eventos durante pandemia

Torcedores comemoravam a inauguração de uma sede

Torcedores comemoravam a inauguração de uma sede

Record TV Minas

O fim de semana em Belo Horizonte e região metropolitana foi marcado por aglomerações e desrespeito às regras de isolamento social para conter a covid-19. Baile funk, festa em casas e até evento convocado por uma torcida organizada foram flagrados.

Moradores do bairro Concórdia, na região Nordeste da capital, denunciaram um evento que acontecia no meio da rua Padre Candinho. Um grupo de pelo menos 100 torcedores do Atlético-MG foram vistos fazendo uma comemoração sobre a inauguração de uma sede da torcida organizada.

No local havia um pula-pula para as crianças, além do consumo de bebidas alcoólicas e pessoas sem máscara. Segundo os moradores do bairro, foram feitas várias tentativas de denuncia para a Guarda Municipal e para a PM (Polícia Militar), mas sem sucesso.

Leia mais: Festa clandestina com 300 convidados é interrompida em BH

No bairro Teixeira Dias, na região do Barreiro, uma aglomeração tomou conta de um espetinho que fica localizado na rua José dos Santos Laje. De acordo com moradores, a movimentação no local é intensa.

Já em Venda Nova, na região Norte da capital mineira, um grupo de pessoas foi flagrado, neste domingo (12), realizando uma festa na cobertura de um prédio que fica na rua rua Pastor Rui Franco. De acordo com a denúncia de moradores próximos, as festas no local ocorrem de segunda a segunda, sempre no período da noite até a madrugada.

Segundo a Guarda Municipal, foram recebidas as denúncias para as ocorrências da rua Padre Candinho, no bairro Concórdia e na rua Pastor Rui Franco, na região de Venda Nova. A corporação não localizou denúncias para a rua José dos Santos Laje, no bairro Teixeira Dias. 

Ainda segundo a guarda, a denúncia de aglomeração na Rua Padre Candinho foi encaminhada para atendimento da Polícia Militar.  Já a denúncia da Rua Pastor Rui Franco, uma equipe da Guarda esteve no local e não foi constada a aglomeração.

A corporação informou que as abordagens dos agentes  acontecem durante  patrulhas preventivas rotineiras, feitas espontaneamente por toda a cidade, ou com base em denúncias recebidas pelos canais disponibilizados pela Prefeitura de Belo Horizonte.

Agloremação em baile

Um baile funk com pelo menos 150 pessoas realizado na Vila Pérola, em Contagem, na região metropolitana de BH, foi encerrado pela Guarda Municipal na madrugada deste domingo (12).

No local, pessoas não utilizavam a máscara e faziam o consumo de bebidas alcóolicas. Após a denúncia de moradores da vila, os agentes estiveram no local com policiais militares.

Foram realizadas abordagens durante o patrulhamento. Comerciantes que  vendiam bebidas durante o evento foram notificados.

*Estagiário do R7 sob supervisão de Pablo nascimento