Balanço Geral MG A Hora da Venenosa: Tom Cavalcante acusa banco de calote 

A Hora da Venenosa: Tom Cavalcante acusa banco de calote 

Comediante afirma que cerca de dois milhões de dólares foram retirados de suas contas em uma instituição financeira no Panamá

O humorista Tom Cavalcante acusou um banco de dar um calote de mais de dois milhões de dólares. O comediante entrou na Justiça para tentar recuperar o valor que estava em duas contas de um banco no Panamá. A defesa dele afirma que o dinheiro foi retirado do banco sem autorização e transferido para um fundo de investimentos. Depois da "limpa" na conta, Cavalcante levou um susto ao ver que teriam restado 55 mil dólares de saldo. A instituição é conhecida por praticar lavagem de dinheiro. A ação corre na Justiça brasileira, com pedido de cooperação jurídica internacional.

Últimas