Adolescentes superconectados preocupam especialistas 

O fácil acesso de crianças e adolescentes a celulares, tablets e computadores conectados à internet tem preocupado especialistas em educação e psicologia. Muitas desses adolescentes têm apresentado comportamentos depressivos, agressivos e suicidas, como aconteceu na escola de Suzano, onde dois jovens entraram e mataram alunos e funcionários.