Balanço Geral MG Falsas pastoras são indiciadas por estelionato e lavagem de dinheiro

Falsas pastoras são indiciadas por estelionato e lavagem de dinheiro

A polícia identificou 96 contas bancárias nos nomes dos cinco indiciados, com uma movimentação financeira superior a R$ 13 milhões

A Polícia Civil indiciou duas falsas pastoras e outros três familiares delas por estelionato, lavagem de dinheiro e associação criminosa. De acordo com as investigações, elas se passavam por líderes religiosas para se apropriar dos bens das vítimas, em Belo Horizonte.

Últimas