Barbárie: câmera mostra militar matando ex-namorada no meio da rua

Crime chocou moradores de Uberlândia (MG); ela foi executada com 11 tiros 

Barbárie: câmera mostra militar matando ex-namorada no meio da rua

Câmera de segurança registrou o crime; sargento se entregou

Câmera de segurança registrou o crime; sargento se entregou

Reprodução

Uma mulher de 36 anos foi executada brutalmente pelo ex-namorado no meio da rua em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, na manhã desta terça-feira (27). O assassinato foi filmado por uma câmera de segurança.

O suspeito foi identificado como Clóvis Cândido, de 46 anos, sargento há 29 anos na Polícia Militar. Ele teria cometido o crime por motivos passionais.  

Veridiana Rodrigues Carneiro foi atingida com pelo menos 11 tiros de pistola .40. Ela foi cercada na rua Laerte Vieira Gonçalves, no bairro Santa Mônica, e tentou correr, mas recebeu o primeiro disparo nas costas e caiu ao lado de um carro que estava estacionado. Em seguida, o militar atira no rosto da vítima e, com calma, faz vários disparos no corpo caído da ex-companheira.   

Leia mais notícias de Minas Gerais no Portal R7

Experimente grátis: todos os programas da Record na íntegra no R7 Play

É importante a violência contra a mulher cair no Enem, diz Maria da Penha

Depois do feminicídio, o sargento se trancou em casa e ameaçava atirar em quem chegasse perto. Ele também falava que iria se matar. Equipes do Gate (Grupo de Ações Táticas Especiais) e do Corpo de Bombeiros foram enviadas para o endereço para negociar a rendição, o que ocorreu quase uma hora depois.  

A rua foi cercada pela Polícia Militar e a imprensa ficou isolada a dois quarteirões do local.