Novo Coronavírus

Minas Gerais Belo Horizonte ultrapassa a marca de 5.000 mortes pela covid-19

Belo Horizonte ultrapassa a marca de 5.000 mortes pela covid-19

Capital mineira tem 203.719 casos confirmados da doença; primeira dose de vacina foi aplicada em 31% da população

Ocupação das UTIs em BH continua no 'vermelho'

Ocupação das UTIs em BH continua no 'vermelho'

Reprodução / Record TV Minas

Belo Horizonte ultrapassou, nesta quarta-feira (26), a marca de 5.000 mortes causadas pela covid-19 desde o início da pandemia. O primeiro óbito pela doença na cidade foi registrado em 29 de março de 2020.

Nas últimas 24 horas, a Secretaria Municipal de Saúde confirmou 46 óbitos e 1.296 testes positivos para a doença. A capital mineira já contabiliza 5.013 mortes e 203.719 casos confirmados da covid-19, além de 190.751 curados e 7.955 pacientes em acompanhamento.

Os indicadores de monitoramento da pandemia na cidade praticamente não tiveram alterações. A taxa de transmissão da covid-19 se manteve em 1,08, apontando uma aceleração na disseminação do vírus, enquanto a ocupação dos leitos intensivos continua em 78,2%, ainda no ‘nível vermelho’. Nas enfermarias, houve redução de 63,8% para 63,7%.

Belo Horizonte já recebeu 1.516.985 vacinas contra a covid-19 e aplicou 1.155.914 doses, sendo 782.067 válidas como primeira dose e 373.847 como segunda dose. Dos mais de 2,5 milhões de moradores da capital mineira, 31% receberam um imunizante e quase 15% estão totalmente imunizados.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Pablo Nascimento

Últimas