Novo Coronavírus

Minas Gerais Betim (MG) fecha acordo com o Butantan para receber CoronaVac

Betim (MG) fecha acordo com o Butantan para receber CoronaVac

Medicamento será destinado, inicialmente, a profissionais da saúde; primeira remessa encomendada pela prefeitura prevê a aquisição de 10 mil doses

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Ao menos 4 cidades mineiras compraram CoronaVac

Ao menos 4 cidades mineiras compraram CoronaVac

Amanda Perobelli/Reuters - 30.07.2020

A Prefeitura de Betim anunciou, nesta terça-feira (22), que fechou um acordo com o Instituto Butantan para receber 10 mil doses da vacina CoronaVac.

Segundo o Executivo Municipal, o lote será usado para imunizar os profissionais da saúde.

O acordo foi firmado durante uma reunião virtual entre o prefeito Vittorio Medioli (PSD) e o governador de São Paulo, João Dória, nesta segunda-feira (21).

O Governo de São Paulo pediu para a prefeitura enviar ao  Instituto Butantan, que produz as vacinas em parceria com a empresa chinesa SinoVac, a lista de trabalhadores que serão vacinas.

Segundo a Prefeitura de Betim, Medioli ainda sinalizou a Dória que pretende comprar doses para imunizar 51 mil pessoas de grupos de risco e profissionais da Educação. O município espera adquirir 200 mil doses.

CoronaVac em Minas

Com Betim, ao menos quatro cidades mineiras já anunciaram a intenção de aplicara CoronaVac. No início do mês, o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), foi a São Paulo fechar o acordo com o governo paulista.

A secretaria de Saúde da capital mineira espera começar a vacinar os profissionais de saúde um dia após o Estado de São Paulo iniciar sua campanha de imunização, o que está previsto para o dia 25 de janeiro de 2021.

Uberlândia e Juiz de Fora, a 540 e 280 km de BH respectativa, são os outros dois municípios que devem adotar o medicamento do Butantan.

Últimas