Novo Coronavírus

Minas Gerais Betim (MG) promete colocar estudantes na fila da vacinação

Betim (MG) promete colocar estudantes na fila da vacinação

Prefeito Vittorio Medioli (PHS) confirmou que pretende imunizar os 59 mil estudantes da cidade com as vacinas Sputnik V

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento e Célio Ribeiro*, do R7

Prefeito foi entrevistado no Balanço Geral MG

Prefeito foi entrevistado no Balanço Geral MG

Reprodução / Record TV Minas

O Prefeito de Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, Vittorio Medioli (PHS), afirmou, nesta sexta-feira (12), que pretende incluir os estudantes da cidade na fila da vacinação contra a covid-19.

Em entrevista concedida ao apresentador Mauro Tramonte no Balanço Geral MG, Medioli afirmou que, com a chegada das vacinas Sputnik V, adquiridas pela prefeitura, a categoria da Educação será imunizada logo após os idosos com idade igual ou superior a 60 anos.

— São 59 mil alunos e 8 mil servidores. Para a volta às aulas, a vacina será fundamental.

Betim anunciou, na última quinta-feira (11), a compra de 1,2 milhão de doses do imunizante russo Sputnik V. De acordo com o prefeito, a cidade começou a se movimentar logo após o STF (Supremo Tribunal Federal) autorizar a compra de imunizantes por Estados e Municípios.

— Nós partimos para a empreitada. Conversamos com vários países e tivemos propostas da Índia, México e Rússia. Dentro dos valores ofertados, o mais acessível foi a Sputnik V, que já é usada em vários países e tem eficácia de 91,6%.

Veja mais: Kalil promete comprar 4 milhões de doses de vacina russa para BH

O Executivo teria pago cerca de R$ 54 milhões pelo pedido, o equivalente a R$ 90 por pessoa imunizada. Segundo Medioli, o número de doses adquiridas é suficiente para imunizar toda a população da cidade e também a "população flutante".

— São pessoas que trabalham nas indústrias, nas empresas, nos hospitais. Também os pacientes que estão internados em Betim, que é uma cidade referência para outros municípios.

De acordo com o chefe do Executivo, a quantidade de doses compradas está dentro do limite permitido pelo Governo Russo. Ainda não há uma previsão de quantos lotes serão enviados e quantas doses estarão em cada remessa, mas a expectativa é de que o primeiro carregamento chegue em 30 dias.

Betim registrou, até quinta-feira (11), 511 mortes e 18.811 casos confirmados da covid-19. De acordo com a SES-MG (Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais), a cidade já aplicou 17.264 vacinas contra a doença, sendo 5.737 relativas à segunda dose.

Veja a entrevista do Prefeito de Betim, Vittorio Medioli, na íntegra:

*Estagiário do R7, sob supervisão de Pablo Nascimento

Últimas