Minas Gerais BH abre cadastro para vacinação de pessoas com deficiência

BH abre cadastro para vacinação de pessoas com deficiência

Prefeitura abre inscrição para quem não é beneficiário do BPC; hoje, são vacinados professores de creches com 18 a 40 anos

  • Minas Gerais | Lucas Pavanelli, do R7

Ainda não há vacinação para esse público

Ainda não há vacinação para esse público

Portal Correio

A Prefeitura de Belo Horizonte abre nesta quinta-feira (27) cadastro para pessoas com deficiência que não são beneficiárias do BPC (Benefício de Prestação Continuada) para a vacinação contra a covid-19.

As inscrições estão abertas até às 23h59 de domingo (30) e o objetivo é que a secretaria municipal de saúde tenha uma noção de quantas pessoas fazem parte deste grupo prioritário para a vacinação e, dessa forma, agilizar a campanha de imunização.

De acordo com o planejamento da pasta, há uma estimativa baseada em campahas de vacinação anteriores de que 1.194 pessoas estejam nesta classificação.

Ainda não há uma previsão para que este novo grupo comece a ser imunizado e a prefeitura informou que a ordem de públicos prevista no PNI (Plano Nacional de Imunização) pode ser alterada em função do número de vacinas disponíveis. Vale lembrar que os beneficiários do BPC começaram a ser imunizados no início do mês de maio.

Veja quais grupos de pessoas com deficiência serão incluídos nesta nova fase:

1 - Limitação motora que cause grande dificuldade ou incapacidade para andar ou subir escadas.
2 - Indivíduos com grande dificuldade ou incapacidade de ouvir mesmo com uso de aparelho auditivo.
3 - Indivíduos com grande dificuldade ou incapacidade de enxergar mesmo com uso de óculos.
4 - Indivíduos com alguma deficiência intelectual permanente que limite as suas atividades habituais.

Vacinação

A vacinação contra a covid-19 continua nesta quinta-feira (27), em Belo Horizonte, com a imunização de trabalhadores da educação infantil, ou seja, que atuam nas creches ou pré-escolas, que tenham idade entre 18 e 40 anos. 

Outros trabalhadores da educação básica, como professores do ensino fundamental e médio, profissionalizante ou EJA (Educação de Jovens e Adultos) devem aguardar a convocação da prefeitura.

Últimas