Coronavírus

Minas Gerais BH amplia aulas presenciais a partir desta segunda-feira (21)

BH amplia aulas presenciais a partir desta segunda-feira (21)

Prefeitura autorizou o retorno das atividades até o 9º ano do ensino fundamental, mas escolas vão adotar calendários diferentes

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Alunos devem seguir distanciamento de dois metros

Alunos devem seguir distanciamento de dois metros

Reprodução / Freepik

Belo Horizonte amplia, a partir desta segunda-feira (21), o número de estudantes que podem frequentar as aulas presenciais na cidade. O novo decreto municipal autoriza o retorno para as turmas até o 9º ano do ensino fundamental, mas as escolas devem adotar calendários de retomada diferentes.

Na rede municipal, que segue um plano gradual, nesta segunda-feira será a vez dos alunos do 1º ao 3º ano do ensino fundamental retornarem às atividades presenciais. A previsão é que 10 mil crianças de 165 escolas municipais passem a ser atendidas a partir de hoje, em turmas menores que garantam a distância mínima de 2 metros entre os presentes.

"Lembrando que todas as crianças permanecem no ensino remoto e, com base em avaliações diagnósticas, serão formadas as microbolhas para que, nos tempos de atendimento presencial, seja possível a mediação mais direta e efetiva do professor, de modo a consolidar processos de aprendizagem", destacou a Secretaria Municipal de Educação.

Os colégios particulares ainda não fizeram um balanço com a possível quantidade de escolas que vão ampliar os atendimentos a partir de hoje. O setor calcula ter aproximadamente 44 mil estudantes matriculados no ensino fundamental.

Zuleica Reis, presidente do Sinep-MG (Sindicato das Escolas Particulares de Minas Gerais), avalia que a maior parte das escolas privadas não terão condições de receber novos alunos nesta segunda, já que o decreto com as mudanças para o setor foi publicado pela prefeitura neste sábado (19).

— As escolas que estavam com intenção de retorno na segunda-feira terão que refazer toda a logística para ampliar o atendimento. Acredito que a maioria das escolas tratarão dessa reestruturação junto às famílias hoje.

Já os alunos das escolas estaduais em Belo Horizonte seguem sem previsão de retorno presencial. As aulas só retornarão nestes colégios quando a região onde a capital mineira está localizada for classificada pelo programa Minas Consciente, do Governo Estadual, na onda verde ou amarela. Embora não siga o programa e tenha protocolos próprios de prevenção ao coronavírus, a BH está classificada na fase vermelha.

0 a 5 anos

As crianças com idades de 0 a 5 anos já podem participar de atividades presenciais desde o mês de abril, com carga horária reduzida. Agora, a prefeitura autorizou a presença na escola durante até oito horas diárias.

Apesar da autorização, segundo a Secretária de Educação, Angela Dalben, por enquanto, o atendimento para esta faixa etária não terá alteração nas instituições municipais. A representante da prefeitura destacou, no enquanto, que o município já analisa a ampliação de horário para estas turmas, bem como a convocação das outras faixa etárias.

— É importante destacar que, como informado pela Secretaria de Saúde, caso os números [da pandemia] voltem a piorar na próxima semana, o comitê da covid-19 pode rever estes critérios.

Últimas