Coronavírus

Minas Gerais BH anuncia 2ª dose da vacina para pessoas com comorbidades

BH anuncia 2ª dose da vacina para pessoas com comorbidades

Novo calendário também prevê data para pessoas com deficiências, grávidas e mães no pós-parto com doenças pretéritas

Grupo começou a ser imunizado em maio

Grupo começou a ser imunizado em maio

Reprodução / Record TV Minas

A Prefeitura de Belo Horizonte anunciou, nesta quarta-feira (28), a data da segunda dose da vacina contra a covid-19 para pessoas com deficiências, síndrome de Down, gestantes e mães com parto recente que têm doenças pretéritas e parte do grupo de comorbidades.

Estes moradores, segundo o novo calendário, vão ter o esquema vacinal completado nesta semana. Veja as datas:

Sexta-feira (30):

- Segunda dose para gestantes e puérperas com comorbidades (com 18 anos ou mais);
- Pessoas com Síndrome de Down (com 18 anos ou mais);
- Pessoas com deficiência permanente beneficiárias do BPC (com 18 anos ou mais);
- Pessoas com comorbidades de 59 anos.

Sábado (31):

- Segunda dose para pessoas com comorbidades de 58 anos e 57 anos.

Para completar serem atendidas, estas pessoas devem apresentar documento de identidade com foto, CPF e o cartão comprovando a aplicação da primeira dose. A imunização será realizada em pontos de vacinação específicos para cada público. A lista completa com todos os locais está disponível neste link.

Na sexta-feira (30), a campanha de vacinação vai das 8h às 17h nos postos fixos e extras e das 8h às 16h30 nos pontos de drive-thru. Já no sábado (31), os postos fixos funcionam das 7h30 às 14h e os drive-thrus das 8 às 14h. Vale lembrar que, nesta quinta-feira (29), os moradores da capital com 36 anos e sem comorbidades recebem a primeira dose da vacina.

Veja: Estratégia da Prefeitura de BH dificulta escolha da marca de vacina

Até esta terça-feira (27), a capital mineira havia recebido 2.402.707 vacinas contra a covid-19, tendo aplicado quase 2 milhões delas. Dos mais de 2,5 milhões de habitantes de Belo Horizonte, 54,7% receberam a primeira dose e 23,7% estão totalmente imunizados.

Acompanhe o avanço da imunização por todo o Brasil:

*​Estagiário do R7 sob a supervisão de Pablo Nascimento.

Últimas