Novo Coronavírus

Minas Gerais BH anuncia mais 2.000 leitos em um mês para tratamento à Covid-19

BH anuncia mais 2.000 leitos em um mês para tratamento à Covid-19

Prefeitura da capital tentará incorporar à rede pública, 283 leitos de terapia intensiva que precisam de equipamentos para receber pacientes

BH tenta incorporar leitos ao SUS

BH tenta incorporar leitos ao SUS

Reprodução/Google Maps

A Prefeitura de Belo Horizonte anunciou nesta terça-feira (14) que, nos próximos trinta dias, a capital mineira abrirá mais 1.518 leitos de enfermaria e outros 688 de UTI adulto que serão voltados especificamente para o atendimento a pacientes com suspeita de Covid-19. 

Desse total, 595 leitos de enfermaria e 249 de terapia intensiva devem ser liberados imediatamente nos hospitais da rede. O restante será feito ao longo do mês. 

Atualmente, de acordo com a prefeitura, Belo Horizonte conta com pouco mais de 10,5 mil leitos hospitalares, tanto na rede pública como na privada. São 3.218 leitos clínicos de enfermaria, sendo 1.945 na rede SUS e 1.273 na rede particular. Em relação aos leitos de UTI adulto, são 1.070 no total, sendo 600 na rede SUS e 470 na rede particular.

Terapia intensiva

Os leitos de UTI adulto, destinados a pacientes de casos graves, hoje, há 283 unidades que necessitam de equipamentos e habilitação específica, que serão solicitados ao Ministério da Saúde. Esses leitos já estão no cálculo da Prefeitura de Belo Horizonte para receber casos de Covid-19.

No caso de crianças e adolescentes, já foram disponibilizados 12 leitos de UTI neonatal e 20 leitos de UTI pediátrica para atendimento de eventuais casos graves para esses pacientes na rede pública de saúde. 

Últimas