Minas Gerais BH: corpo de mulher que morreu atropelada na calçada é enterrado

BH: corpo de mulher que morreu atropelada na calçada é enterrado

Motorista com sintomas de embriaguez fugia de blitz quando atingiu três pessoas; Eliane Campos, de 56 anos, morreu na hora

  • Minas Gerais | Gledson Leão, Da Record TV Minas

Elaine e o marido foram atingidos

Elaine e o marido foram atingidos

Record TV Minas/Reprodução

O corpo da mulher que foi atropelada e morta por um carro em alta velocidade foi enterrado, nesta quarta-feira (16), no Cemitério da Saudade, na região leste de Belo Horizonte. Eliane Campos, de 56 anos, e o marido, Márcio Santos, de 58 anos, foram atingidos pelo veículo, que fugia de uma blitz.

O carro seguia em alta velocidade pela rua Jacuí, quando o motorista perdeu o controle de direção e bateu contra outro veículo, que fazia uma conversão. Descontrolado, o veículo capotou, invadiu a calçada e atingiu três pessoas.

Segundo informações do boletim de ocorrência, no momento do acidente, o casal ajudava uma idosa, que é moradora de rua. Elaine morreu na hora e o companheiro foi socorrido ao hospital. Segundo parentes, o homem teve um ferimento no pé e está em casa. A terceira vítima foi levada em estado grave para o hospital. 

De acordo com a Polícia Militar,  o motorista de 42 anos estava com sintomas de embriaguez e foi levado para o Detran-MG (Departamento Estadual de Trânsito de Minas Gerais) para prestar depoimento. Ainda segundo os militares, o condutor já foi preso outras duas vezes pelo mesmo crime.

Últimas