Novo Coronavírus

Minas Gerais BH cria mais de 100 UTIs para covid, mas hospitais seguem no vermelho

BH cria mais de 100 UTIs para covid, mas hospitais seguem no vermelho

Ocupação nos leitos para tratamento intensivo continua acima de 100%; situação é mais crítica nos hospitais particulares

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Ocupação das UTIs covid-19 em BH está em 100,7%

Ocupação das UTIs covid-19 em BH está em 100,7%

Amanda Perobelli/Reuters - 17.03.2021

Cento e treze vagas de UTIs (Unidades de Tratamento Intensivo) foram criadas neste fim de semana nos hospitais públicos e privados em BH. Mesmo com o incremento, a ocupação destes leitos segue no vermelho, operando a 107,5% da capacidade.

Com as novas vagas, a taxa de ocupação reduziu de 107,5% para 100,7%, entre a última sexta-feira (26) e esta segunda-feira (29).

Desta vez, a rede privada foi a que abriu mais espaços, sendo 81 leitos. Agora, ela conta com 511 unidades, mas considerando apenas os hospitais particulares, há mais pacientes que vagas. Por lá, a ocupação está em 104,7%.

Leia também: BH tem 4 mortes em 72h por falta de respiradores e demora para UTI

Já no SUS (Sistema Único de Saúde) foram criadas 32 novas vagas hoje, totalizando 526. Mesmo assim, a ocupação se manteve em 96,8%. Segundo a prefeitura, apenas em março, foram abertas 243 vagas.

Índice

Os outros dois índices que monitoram o avanço da pandemia também tiveram leve redução. O RT, que mede o ritmo de transmissão da doença, passou de 1,14 para. 1,11. Já a ocupação das enfermarias reduziu de 88,5% para 85,6%.

O total de vítimas na capital mineira chegou 3 .167, com 22 novas mortes. Já o número de infectado teve um incremento de 1.171 casos, chegando a 139. 298.

Últimas