Novo Coronavírus

Minas Gerais BH cria site para população acompanhar volta do comércio

BH cria site para população acompanhar volta do comércio

Página traz informações sobre o nível de propagação da covid-19 na cidade e detalhes sobre o que pode fechar e abrir em cada segmento

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Reprodução / PBH

A Prefeitura de Belo Horizonte criou um site especial para a população acompanhar os detalhes sobre o processo de reabertura do comércio da cidade.

Na página, os moradores encontram em que fase está a retomada gradual, que pode acontecer em até três etapas. Lá também está disponível o nível de alerta sobre a proliferação da covid-19, que é usado como referência para prefeitura decidir se vai continuar ou não com a flexibilização do isolamento social.

Gráficos e textos explicam ao morador que o índice é dividido em três cores e detalham o significado de cada uma delas.

Atualmente o índice está no vermelho, o que indica que a reabertura pode ser suspensa na cidade. O nível de alerta fez a Secretaria Municipal de Saúde decidir, na última sexta-feira (29), a esperar pelo menos mais uma semana para opinar sobre o assunto. Assim, comércios que poderiam ter começado a funcionar nesta segunda-feira (1º), terão que esperar um pouco mais.

Para definir o índice, a prefeitura leva em consideração o número de pessoas que podem ser contaminadas por um infectado com coronavírus e o grau de ocupação dos leitos de enfermaria e UTI (unidade de tratamento intensivo).

Segundo o infectologista Estevão Urbano, membro do comitê que coordena ações de combate à covid-19 na capital mineira, o percentual de transmissão em BH hoje é de 1,21. Embora a cidade esteja abaixo da média estadual (1,4), para o médico, o número é preocupante. O ideal, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) é abaixo de 1.

— Estes dados ainda não refletem a reabertura iniciada no dia 25 de maio. Vamos aguardar um pouco mais para revisar os números.

Na data em questão, a prefeitura liberou o retorno de setores como salões de beleza, lojas varejistas e shoppings populares. Foram quase 10 mil empresas voltando a funcionar, o que representa um total de 30 mil trabalhadores de volta às ruas da cidade.

Para acessar a plataforma de Prefeitura de BH sobre a retomada do comércio, basta entrar no site: prefeitura.pbh.gov.br/reabertura-de-atividades.

Últimas