BH decide manter comércios fechados na próxima semana

Prefeitura seguiu orientação do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 que ainda considera alta a taxa de 91% de ocupação dos leitos de UTI na cidade

Comércio ficará fechado pela sexta semana consecutiva

Comércio ficará fechado pela sexta semana consecutiva

Divulgação / PBH / Adão de Souza

A Prefeitura de Belo Horizonte decidiu seguir a recomendação dos infectologistas do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 e vai manter fechados os comércios não essenciais pela próxima semana. No entanto, de acordo com o secretário municipal de Saúde, Jackson Machado, indicadores sugerem que pode haver uma reabertura "em breve". 

A decisão foi baseada nos indicadores monitorados pelo Executivo, que considera alta a taxa de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) que, nesta sexta-feira (31) está em 91%. 

No entanto, alguns dados mostram melhoria na situação da pandemia em Belo Horizonte. Um deles é a taxa de transmissão da doença que, nesta semana, caiu para 0,99 — a primeira vez em que o índice fica abaixo de 1. Isso significa uma estabilização dos casos de covid-19 na cidade e uma tendência de leve queda.

Outro sinal, destacado pelo secretário municipal de saúde, Jackson Machado, é a menor procura de pacientes em estado grave por leitos de UTI. 

— Hoje, nesse momento, nós temos na fila da central de internações, pronto para internar na UTI um único caso. Já tivemos, em outras datas, 130. 

Ainda segundo Machado, a expectativa é de que a reabertura do comércio ocorra "em breve". 

— Embora a ocupáçao de UTIs esteja em 87%, nossa perspectiva é de diminuição, já que curva de casos estabilizou no alto e está descendo lentamente. No início da semana era 91% e, hoje, 87%. Vamos ver se isso se mantém na descendente. Isso nos dá perspectiva de liberação em breve.