Minas Gerais BH e Contagem terão quase R$ 200 mi para obras na av. Tereza Cristina

BH e Contagem terão quase R$ 200 mi para obras na av. Tereza Cristina

Projeto prevê a construção de três bacias que vão reter a água da chuva e evitar enchentes na região marcada por alagamentos

Alagamentos na avenida são constantes

Alagamentos na avenida são constantes

Reprodução/Record Tv Minas

O Governo de Minas Gerais irá repassar cerca de R$ 200 milhões para a realização de obras para a prevenção de enchentes na avenida Tereza Cristina, em Belo Horizonte e em Contagem, na região metropolitana.

Um convênio foi assinado pelas prefeituras nesta segunda-feira (9) e prevê, ao todo, a construção de três bacias de retenção. A previsão é de que as obras durem dois anos.

Esta é a segunda tentativa do governo do estado de resolver o problema. Na capital mineira, será construída, na Vila Sport Club, localizada na região oeste, a bacia de detenção B5. A expectativa é de que os equipamentos terão a capacidade de represar 755.155 m³ de água das chuvas, que serão devidamente escoadas. O valor total do convênio é de R$ 84 milhões, sendo R$ 14 milhões de recursos municipais e R$ 70 milhões de investimentos do estado.

Já em Contagem, duas bacias serão construídas, uma delas na Vila PTO e a outra na Vila Itaú. O município receberá R$ 107 milhões do estado e deve investir outros R$ 7 milhões.

A prefeitura da capital mineira informou que, além das intervenções executadas, foi criado um Comitê Especial com o objetivo de controlar as enchentes que atingem a avenida. O grupo é composto por membros das prefeituras de Belo Horizonte e Contagem e Governo do Estado.

"As prefeituras serão as responsáveis por operacionalizar as intervenções necessárias em seus respectivos municípios, enquanto o governo mineiro construirá as unidades habitacionais para realocar famílias que precisarem ser removidas das áreas onde serão construídas as bacias de detenção", explicou a PBH.

*Estagiária sob supervisão de Pablo Nascimento

Últimas