BH libera abertura de bancos e lotéricas sem restrição de horário

Medida também vale para agências dos Correios; novo decreto da prefeitura autoriza, ainda, a reabertura das UAIs (Unidades de Atendimento Integrado)

Casas lotéricas passam a não ter restrição de horário

Casas lotéricas passam a não ter restrição de horário

Wilson Dias/Agência Brasil

As agências bancárias, casas lotéricas e unidades dos Correios em Belo Horizonte vão poder funcionar sem restrição de horário a partir desta quarta-feira (27). A decisão do prefeito Alexandre Kalil foi divulgada no DOM (Diário Oficial do Município), nesta manhã.

Os três setores não foram fechados no início do isolamento social na cidade, no mês de março, por serem considerados essenciais. As atividades de atendimento, no entanto, só podiam acontecer das 10h às 16h.

O novo decreto também libera a reabertura das UAIs (Unidades de Atendimento Integrado do Estado de Minas Gerais), que são responsáveis por fazer e distribuir documentos oficiais para população e fazer atendimentos relacionados ao Governo do Estado.

Até esta quarta-feira (27), as unidades estavam operando apenas sob agendamento prévio para entrega de carteiras de identidade emitidas antes do fechamento das UAIs, carteiras de habilitação que foram devolvidas pelos Correios após três tentativas de entrega e documentos de veículos na mesma situação.

Agora, com a mudança, os centros de atendimento que funcionam em shoppings e centros comerciais também vão poder abrir, “desde que adotadas as medidas estabelecidas pelas autoridades de saúde de prevenção ao contágio e contenção da propagação de infecção viral relativa à covid-19”.

A reportagem procurou o Governo de Minas para saber se haverá alteração no funcionamento das UAIs em BH, mas ainda aguarda retorno.

Reabertura

A alteração nos horários de abertura fazem parte das ações de retomada gradual das atividades comerciais na cidade. Nesta segunda-feira (25), a prefeitura autorizou o retorno de aproximadamente 10 mil empresas, entre elas, salões de beleza e shoppings populares.

A previsão da Secretaria de Saúde é que mais setores possam abrir em outras duas etapas, separadas por um espaço de 15 dias entre elas. Para que isto aconteça, no entanto, a proliferação da covid-19 não pode sair do controle na cidade.