Minas Gerais BH pode ter surto de gripe por H3N2, alerta secretário de Saúde

BH pode ter surto de gripe por H3N2, alerta secretário de Saúde

Com UPAs lotadas, representante da prefeitura pede que a população procure os centros de saúde, caso tenha sintomas leves

  • Minas Gerais | Akemi Duarte, da Record TV Minas, com Pablo Nascimento, do R7

Secretário alerta para necessidade de vacinação

Secretário alerta para necessidade de vacinação

Akemi Duarte / Record TV Minas

O secretário de Saúde de Belo Horizonte, Jackson Machado, informou, nesta terça-feira (21), que a capital mineira ainda não tem dados para confirmar a existência de um surto de gripe causada pela variante H3N2 do vírus influenza, mas não descarta a possibilidade.

"Ela certamente virá. Ainda não temos um consolidado de dados, mas certamente pelo menos as crianças estão adoecendo mais", afirma.

A declaração foi dada durante uma coletiva para chamar atenção para o aumento da demanda de pacientes com problemas respiratórios nas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento).

De acordo com a prefeitura, até o dia 14 de dezembro haviam sido realizados 100 mil atendimentos por doenças respiratórias a mais que o registrado em todo o ano passado. Machado orienta que as pessoas só procurem as UPAs se estiverem com sintomas graves, como falta de ar.

"Quem tem sintomas leves, entre as 7h e as 19h, pode procurar um centro de saúde. Eles são capacitados para excluir o diagnóstico de Covid-19 e iniciar outro tratamento", explica o secretário.

Outra questão que pode impactar os atendimentos nas UPAs é a falta de médicos. Segundo o secretário, BH tem atualmente um déficit de 636 médicos e nenhum currículo cadastrado. Ele informou que um concurso público já foi realizado e vai ser homologado em janeiro.

O que é a H2N3

Assim como o H1N1, o H3N2 é um subtipo de influenza vírus A. O vírus não é novo, mas começou a circular com mais intensidade no Hemisfério Norte nos últimos meses, o que levou a OMS (Organização Mundial da Saúde) a incluí-lo, em setembro, nas recomendações para atualização das vacinas contra influenza para 2022 no Hemisfério Sul. Entre os sintomas causados, estão quadro agudo de mal-estar, febre alta e prostração.

Diante do risco de um surto de gripe causado pelo H3N2, o secretário Jackson Machado chamou a atenção da população para a necessidade de procurar pela vacina contra a influenza.

"Temos visto um aumento de casos. A cobertura  vacinal está relativamente baixa, em 75%. Para outras doenças, temos o percentual em 90%. Nos anos anteriores, já foi próxima de 100%", destaca.

Últimas