Novo Coronavírus

Minas Gerais BH recebe 51 mil doses e pode vacinar 42 mil pessoas contra covid

BH recebe 51 mil doses e pode vacinar 42 mil pessoas contra covid

Nova remessa com doses das vacinas de Oxford e CoronaVac começa a ser distribuída pelo Governo de Minas nesta segunda

  • Minas Gerais | Lucas Pavanelli, do R7, com Enzo Menezes, da RecordTV Minas

Nova remessa de vacinas chega nesta segunda (1º)

Nova remessa de vacinas chega nesta segunda (1º)

Divulgação

A Prefeitura de Belo Horizonte recebe, a partir desta segunda-feira (1º) mais 51.110 doses de vacinas contra a covid-19. A nova remessa, que desembarcou em território mineiro na última quarta-feira (27), começou a ser distribuída pelo Governo de Minas para todo o Estado na manhã de hoje. 

Das 51.110 doses, a maior parte (33.430) são da Oxford/AstraZeneca e 17.700 são da Coronavac. O novo lote permite imunizar 42.280 pessoas. Isso porque as doses da Oxford/AstraZeneca serão todas usadas como primeira aplicação, já que a segunda dose, de reforço, pode ser aplicada em um período de três meses. 

Já as doses de CoronaVac precisam ser divididas em dois lotes - e, com isso, serão suficientes para imunizar 8.850 pessoas com as duas doses. 

A Prefeitura de Belo Horizonte, no entanto, ainda não detalhou para quem serão as doses. Até o momento, já foram vacinados na capital mineira profissionais de saúde, pessoas com deficiência e idosos com 86 anos de idade ou mais.  

Grupo prioritário

De acordo com o planejamento do Executivo municipal, na sequência da vacinação estão previstos: demais trabalhadores da saúde que vivem em Belo Horizonte e que têm registro ativo no CNES (Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde) e as pessoas de 75 anos ou mais. 

No entanto, ainda não é possível confirmar que os idosos com mais de 75 anos serão vacinados com a remessa que chega a BH nesta segunda-feira (1º). A prefeitura tem "recortado" o público-alvo dos grupos prioritários à medida em que novas doses de vacinas chegam à capital. 

Últimas