Minas Gerais BH registra 177 solicitações de risco geológico em sete dias

BH registra 177 solicitações de risco geológico em sete dias

Capital mineira está sob alerta até a próxima terça (11), com risco de deslizamentos, desabamentos e quedas de muros 

Casa desabou no bairro Leonina, em BH

Casa desabou no bairro Leonina, em BH

Reprodução

Nos primeiros sete dias do mês de janeiro, a Defesa Civil de Belo Horizonte recebeu 177 solicitações de vistorias relacionadas a risco geológico. A maioria dos atendimentos foi em imóveis particulares da capital.

Entre as solicitações, 99 foram de ocorrência de trincas. Já as infiltrações, foram 29 registros, seguidos de deslizamento de encosta e desabamento parcial de muro de arrimo, com 10 em cada.

Veja o balanço de ocorrências da Defesa Civil:

- Abatimento de piso: 3
- Abatimento do solo: 2
- Danificação ou destruição de habitações: 7
- Desabamento parcial de muro de arrimo: 10
- Deslizamento de encosta: 10
- Erosão de causa humana: 2
- Erosão de causa natural: 1
- Escorregamentos ou deslizamentos: 9
- Infiltração: 29
- Tombamento ou desabamento de muro - total ou parcial: 5
- Trincas: 99

Nos próximos dias, a quantidade de chuvas deve ultrapassar os 100 mm, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). Devido ao alto volume de água, Belo Horizonte está sob alerta de risco geológico até a próxima terça-feira (11).

A Defesa Civil recomenda atenção e cuidado com quedas de muros, deslizamentos e desabamentos nesse período. Veja o órgão aconselha durante esse período:
⠀⠀⠀
⠀- Coloque calha no telhado da sua casa;
⠀- Conserte vazamentos em reservatórios e caixas-d'água;
⠀- Não jogue lixo ou entulho na encosta;
⠀- Não despeje esgoto nos barrancos.
⠀⠀⠀
Fique atento aos possíveis sinais de risco geológico:
⠀⠀
⠀- Trinca nas paredes;
⠀- Água empoçando no quintal;
⠀- Portas e janelas emperrando;
⠀- Rachaduras no solo;
⠀- Água minando da base do barranco;
⠀- Inclinação de poste ou árvores.

Desabamentos

A estrutura de uma casa desabou na manhã desta sexta-feira (7), no bairro Leonina, na região oeste de Belo Horizonte. Segundo informações iniciais do Corpo de Bombeiros, o imóvel atingiu outras residências, que estão sob risco.

Apesar do desabamento, não houve vítimas. Acredita-se que o desmoronamento tenha relação com a chuva nos últimos dias, devido ao solo e estrutura encharcados.  

Na tarde desta quinta-feira (6), o telhado de um estacionamento cedeu e atingiu pelo menos três carros durante a chuva no bairro Santa Efigênia, na região Leste da capital mineira. De acordo com o Corpo de Bombeiros, uma pessoa estava dentro de um dos veículos, mas saiu sem ferimentos.

Já em Mariana, a 110 km de Belo Horizonte, parte de um muro desabou sobre uma casa na noite desta quinta-feira (6), no bairro São Gonçalo. Bombeiros estiveram no local e constataram que não houve feridos. O morador foi orientado a acionar a Defesa Civil para analisar a estrutura.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Ana Gomes

Últimas