BH tem 33 moradores em situação de rua com diagnóstico de covid-19

A prefeitura de BH está testando todos os moradores que apresentem sintomas da doença; ao todo, 182 passaram pelo centro de acolhimento

Todos os moradores de rua com sintomas são testados

Todos os moradores de rua com sintomas são testados

Reprodução/Record TV

Dos 4.772 moradores infectados pela covid-19 em Belo Horizonte, 33 fazem parte da população em situação de rua. A última atualização da Prefeitura de BH, feita na quarta-feira (24), mostra que, desses, seis precisaram ser encaminhados para os serviços de urgência. 

Leia mais: Taxa de ocupação de leitos de UTI em BH continua subindo e vai a 87%

Desde o início de julho, a capital mineira passou a testar todos os moradores em vulnerabilidade social que apresentassem os sintomas da doença. Para permanecerem isolados durante os 14 dias de quarentena, período máximo de incubação do vírus, essa população é encaminhada para o centro emergencial de acolhimento montado no Sesc Venda Nova.

Com 300 vagas, o espaço atendeu já 182 pessoas. Dessas, 107 já foram liberadas e 25 permanecem acolhidas. A Prefeitura de BH não divulgou o total de testados até o momento. 

*Estagiária do R7 sob a supervisão de Lucas Nascimento