Coronavírus

Minas Gerais BH volta a ter todos os índices da covid-19 em alerta após 43 dias

BH volta a ter todos os índices da covid-19 em alerta após 43 dias

Transmissão do vírus e ocupação dos leitos de enfermaria voltaram a subir; capital mineira já registrou quase 6 mil mortes pela doença

BH já registrou quase 6 mil mortes pela covid-19

BH já registrou quase 6 mil mortes pela covid-19

Reprodução / Record TV Minas

Belo Horizonte voltou a ter todos os índices que monitoram a pandemia da covid-19 em alerta nesta terça-feira (13) após 43 dias. Desde 31 de maio, pelo menos um dos três indicadores principais apareceram no ‘nível verde’.

Entre segunda (12) e terça-feira (13), a taxa de transmissão do novo coronavírus passou de 0,99 para 1,00. O índice ainda aponta para uma estabilidade na disseminação do vírus na capital, mas vem em uma trajetória de subida há algumas semanas. No dia 1º de julho, por exemplo, quando a prefeitura liberou a retomada de eventos na cidade, a taxa estava em 0,89.

Veja: Moradores com 41 anos serão vacinados em BH na sexta (16)

Já a ocupação dos leitos de enfermaria também entrou no ‘nível amarelo’, passando de 49,3% para 52,1%. A capital mineira tem 787 pacientes em leitos simples e 723 espaços vagos para atendimento. A ocupação das unidades de terapia intensiva se manteve no amarelo, reduzindo de 66,5% para 63,8%. Belo Horizonte tem 518 UTIs ocupadas e 294 livres.

Nas últimas 24 horas, foram registrados 16 óbitos e 715 testes positivos. Belo Horizonte já soma, desde março de 2020, 5.983 mortes e 246.909 casos confirmados da covid-19, além de 235.917 curados e 5.983 pacientes em acompanhamento.

*​Estagiário do R7 sob a supervisão de Flavia Martins y Miguel.

Últimas