Novo Coronavírus

Minas Gerais BH volta atrás e diz que só tem 2ª dose para idosos a partir de 75 anos

BH volta atrás e diz que só tem 2ª dose para idosos a partir de 75 anos

Ao mesmo tempo, prefeitura convocou pessoas com 64 anos para primeira aplicação do imunizante contra a covid-19

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Prefeitura diz que está sem estoque

Prefeitura diz que está sem estoque

Jorge Silva/Reuters - 01.04.2021

Após garantir que tinha estoque para segunda dose da vacina contra a covid-19 para todas as pessoas que já receberam a primeira aplicação, a Prefeitura de Belo Horizonte voltou atrás, no fim da tarde desta quinta-feira (8), e declarou que só tem o reforço para pessoas com 75 anos ou mais.

Os anúncios foram feitos após a prefeitura anunciar que iria suspender a convocação de novas faixas etárias para imunização em função da falta de doses.

No entanto, durante esta tarde, a Secretaria de Saúde também divulgou que vai ampliar a aplicação para as pessoas com 64 anos, a partir desta sexta-feira (9).

"Considerando níveis de desistência e doses remanescentes de públicos anteriormente vacinados, a Prefeitura de Belo Horizonte realizou um esforço excepcional junto a todos os postos de vacinação e conseguirá ampliar a imunização para idosos de 64 anos, completos até 30 de abril", explicou a Secretaria Municipal de Saúde.

Ainda segundo a Secretaria Municipal de Saúde, não há doses guardadas para a aplicação de reforço das pessoas com menos de 75 anos, uma vez que a prefeitura passou a seguir a orientação do Ministério da Saúde de não manter reservas a partir desta fase.

Prazos

Os idosos com menso de 74 anos começaram a receber a primeira dose no último dia 26 de abril. Quem tomou doses da CoronaVac tem de duas a quatro semanas para receber o reforço. Já quem foi imunizado com a Astrazeneca pode aguardar até três meses.

A reportagem procurou a Secretaria Municipal de Saúde para ter detalhes sobre o futuro da segunda dose das pessoas com idades entre 64 anos e 74 anos, mas ainda não teve retorno.

Minas Gerais recebeu nesta quinta-feira mais 478 mil doses de vacinas que ainda vão ser distribuídas às prefeituras. Há a expectativa que o lote ajude Belo Horizonte retomar a ampliação da campanha.

Últimas