tragédia brumadinho
Minas Gerais Bombeiros buscam sobreviventes em 4 pontos de Brumadinho

Bombeiros buscam sobreviventes em 4 pontos de Brumadinho

Comandante da corporação diz que Vale forneceu lista com 354 nomes de pessoas, entre operários e terceirizados, que estão desaparecidas

Tragédia

Bombeiros contam com apoio de 14 helicópteros

Bombeiros contam com apoio de 14 helicópteros

Washington Alves/Reuters

Bombeiros de Minas Gerais correm contra o relógio desde as primeiras horas deste sábado (26) para tentar encontrar sobreviventes em quatro locais próximos à barragem da mineradora Vale que se rompeu na tarde de ontem.

Segundo o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Edgard Estevo, equipes de resgate já retiraram sete corpos do local da tragédia, mas há outros ainda não removidos. Ele também afirmou haver uma lista com 354 nomes de pessoas desaparecidas. 

"Estamos trabalhando com a possibilidade 354 pessoas desaparecidas, pessoas cadastradas pela Vale, entre operários e terceirizados."

Estevo acrescentou que desde as 7h deste sábado, 39 bombeiros trabalham em quatro pontos — um ônibus, um prédio, um restaurante e uma comunidade — onde pode haver sobreviventes. 

"Temos ainda possíveis vítimas vivas? Sim, temos a possibilidade de quatro pontos que estão sendo trabalhados durante toda a manhã com possíveis vítimas vivas."

Segundo os bombeiros, os locais foram indicados por testemunhas e são prioridades nas buscas, que envolvem o apoio de 14 helicópteros.

Ajuda federal

Em entrevista após sobrevoar a região com o presidente Jair Bolsonaro, o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, disse que a União poderá fornecer apoio para a localização dos corpos.  

"O governo federal deve nos ajudar no sentido de estar trazendo alguma tecnologia lá de fora que ajude a recuperar os corpos soterrados. É muito difícil recuperar um corpo a 5 m, 10 m de profundidade."