tragédia brumadinho
Minas Gerais Bombeiros confirmam 60 mortos e 292 desaparecidos em Brumadinho

Bombeiros confirmam 60 mortos e 292 desaparecidos em Brumadinho

Barragem da mineradora Vale se rompeu na última sexta-feira (25) e o mar de lama causou destruição na região

Bombeiros confirmam 60 mortos e 292 desaparecidos em Brumadinho

Número de mortos subiu para 60 pessoas. Desaparecidos são 292

Número de mortos subiu para 60 pessoas. Desaparecidos são 292

Adriano Machado/Reuters - 28.01.2019

O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais informou, na manhã desta segunda-feira (28), que o número de mortos em Brumadinho (MG), devido ao rompimento de uma barragem da Vale, subiu para 60.

O número de vítimas fatais até então era de 58 — portanto, mais dois corpos foram achados em relação ao domingo.

Das 60 vítimas fatais, apenas 19 foram identificadas oficialmente até o momento.

Segundo informações do tenente Pedro Aihara, porta-voz dos bombeiros, 292 pessoas ainda estão desaparecidas e 382 vítimas foram localizadas.

Confira o balanço divulgado às 10h30

"292 desaparecidos
382 localizados
192 resgatados
60 óbitos
19 corpos identificados
Informações chanceladas pela defesa civil, cbmmg, polícia militar e policia civil."

Segundo o Corpo de Bombeiros, "ainda não é possível precisar o tempo de duração da operação. Os trabalhos podem se estender por semanas."

Mais cedo, o tenente Aihara afirmou que é muito difícil de encontrar sobreviventes após 48 horas de operação. "Em um desabamento de prédio, por exemplo, existem bolsões de ar, quando se tem toda essa lama é diferente porque não há acessos para a entrada do ar."

Neste domingo (27), um segundo ônibus foi encontrado, soterrado pela lama, com vítimas dentro. O primeiro ônibus foi encontrado na manhã do último sábado (26) com ao menos 10 funcionários da Vale.

Para ajudar nas buscas de vítimas, um grupo de cerca de 130 militares médicos, engenheiros, bombeiros e técnicos de Israel começaram a trabalhar em Brumadinho nas primeiras horas desta segunda-feira (28).

Aproximadamente 280 bombeiros trabalham neste quarto dia de buscas.